PNL – Qual o Melhor Ser Persistente ou Insistente ?

Tempo de leitura: 4 minutos

PERSISTENTE OU INSISTENTE

Na vida sempre temos algo para fazer ou estamos fazendo. Isso independente do que for, nós sempre estamos ocupado com algo. Para um fim muito bom ou como meta a longo prazo. Entre os dois existe uma diferença muito grande, por meta fazemos por objetivo próprio, o que nós motiva e sabemos o que queremos, e o outro muitas vezes por obrigação, assim não planejamos direito ou não fazemos de melhor maneira possível.
É exatamente nesses momentos que precisamos identificar o que está acontecendo, com as nossas ações, em relação aos nossos escolhas na hora de realizar alguma tarefa. Entender o por que de cada ação na nossa vida é de vital importância, para também entender o por que estamos fazendo aquilo ou isso, estamos neste caminho por queremos algo no final e sabemos sobre o caminho, ou estamos batendo com a mão em uma ponta de prego.
Vamos entender o por que “Persistente” é completamente diferente de “Insistente“.

 

INSISTENTE:
Durante o dia de todos, sempre temos coisas novas para fazer. A todo momento nos apresentam novas tarefas e novos desafios. E com isso sempre temos novas coisas para aprender. Assim ganhamos mais experiência, e aprender a fazer velhas tarefas de maneira mais rápida.
relógio

 

Mas antes de mais nada precisamos saber o por quê de cada tarefa, para onde vai nos levar e porque queremos isso no nosso caminho para um objetivo.
E o “INSISTENTE“, age exatamente de forma contrária, a maneira de fazer o que for melhor para os seus objetivos. Ele insiste em uma ação que já não vem dando certo, por muitas vezes e por muito tempo. E há muito tempo não tem sucesso com o que faz. Mas mesmo assim continua com está determinada ação querendo obter algum resultado de qualquer maneira.
Ainsten já dizia: “Loucura querer resultados diferentes fazendo sempre da mesmo forma”.
Uma pessoa que age como “INSISTENTE”, é assim categorizada, porque simplesmente não se organiza para trabalhar em seu objetivo, não verifica o que está de errado, e não aceita muitas vezes opiniões de terceiros, que por muitas vezes iriam abri-lhe os olhos. Fazendo com que perca tempo, e não chegue a lugar nenhum. E se algo alcançar não mais terá valor, devido ao tempo longo para desenvolver algo que poderia ter sido realizado bem antes.
PERSISTENTE:
Ser “Persistente”, é ser uma pessoa com objetivos bem claro, alguém que sabe o caminho que está trilhando, onde quer chegar, quando, como e com quem vai chegar. Isso é de extrema importância, quando estamos falando, sobre consegui atingir uma meta de vida ou algum sonho.

 

persistencia

 

Para que tudo isso seja possível, primeiro temos que saber que por mais fácil que algo seja de ser realizada, precisamos nos organizar, escrever tudo, ter planos e dividir tudo isso em tarefas e metas diárias e mensais. Todos que “Persiste”, consegue ser, ter consistência, resiliência e maturidade. 
Muitos acham difícil levar e manter algum objetivo por longo prazo e conseguir manter-se motivado. Realmente é difícil quando fazemos por fazer, sem nada para conquistar a cada dia, quando não temos um resultado a cada dia traçado.
Mas com planejamento, somados a uma boa visão do que está fazendo, se chega a uma postura adequada ao que se faz. A visão é de extrema importância, afinal sempre precisamos ficar atentos no que estamos fazendo, se não podemos sem perceber deixar de sermos “Persistente” para sermos “Insistente’. O com certeza será um erro enorme.

Então, sempre esteja atento a tudo que fizer por muito tempo, e pelo motivo que o faz. Caso insistimos por muito tempo em algo que nada vai nos render, podemos perde tempo e não consegui nosso real motivo naquele trabalho por não termos maturidade de abandonar algo que só estava sugando a nossa energia.
Saiba a hora de parar com algum objetivo, quando ele não retorna um motivo maior, que o mantenha no caminho do sucesso. Um trabalho que objetivo para trás não é um fracasso e sim uma forma de adquirir experiência para um jeito novo de trabalhar um mesmo projeto.
Evolução e alcance é uma seqüência de erros não sendo causados de propósitos mas que serão processados como experiência para amadurecer e merecer que o erro não se repita.

 

Obrigado,

Diego Carvalho Lira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *